MENU

domingo, 13 de agosto de 2017

Gideão construiu um altar e chamou O Senhor é paz (Jz 6.24)



Int. Os midianitas oprimiram os israelitas por sete anos. Eles subiam cada ano e tomavam os produtos alimentícios dos campos e todos os animais dos hebreus. Para sobreviver, os israelitas escondiam alimentos do inimigo. Gideão estava preparando comida para escondê-la dos midianitas.
Esta opressão vinha de muitos anos, Israel estava completamente dominada por este povo.
Tudo o que Israel produzia era saqueado por este povo que vinham de bandos para saqueá-los.

Resultado de imagem para altar de gideaoC.M.A causa desta opressão é descrita na palavra de Deus.  “Fizeram os filhos de Israel o que era mau perante o Senhor; por isso, o Senhor, os entregou nas mãos dos midianitas por sete anos” Jz 6.1.
Enquanto Israel andava na presença de Deus em obediência e adoração Deus cuidava e protegiam o seu povo.
Quando o povo se afastava de sua presença e fazia o que era mal, eles colhiam os frutos amargos por terem deixado Deus de fora de suas vidas.

Durante muitos anos o povo esteve afastado de Deus e sofrendo com a opressão dos midianitas. Quando vivemos longe de Deus não vai faltar opressor para nos oprimir também.
Eles vinham como gafanhotos: Gafanhotos era uma expressão usada na bíblia que significava maldição. Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá o gafanhoto. O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás; Deuteronômio 28:42,43.
O que ficou da lagarta, o gafanhoto o comeu, e o que ficou do gafanhoto, a locusta o comeu, e o que ficou da locusta, o pulgão o comeu. Joel 1:4.
Os gafanhotos também foram uma das dez pragas que venho sobre o Egito nos dias de Moisés.
Podemos concluir que a maldição que estava sobre Israel era grande e trazia muito sofrimento ao povo.

Israel ficou debilitado: Esta opressão enfraqueceu Isael, ou seja; tornou-se um povo fraco, desprezível perante seus inimigos.
Outrora Israel causava medos nos seus inimigos, mas agora era um povo frágil e desprotegido, fácil de ser vencido e abatido.
A escolha de viver alheia a vontade e ao proposito de Deus leva as pessoas a colher este tipo de frutos.
A presença de Deus em nossas vidas nos faz forte, nos capacita a superar grandes desafios, mas sem a sua presença somos frágeis e pequenos demais.
Jamais devemos esquecer que de Deus vem nossa força, nosso sustento, nossa segurança, porque nada somos e nada podemos sem ele.

Este povo ficou pobre: Tudo o que produzia os midianitas roubavam e eles nada podiam fazer.
Estavam distante de Deus, em desobediência a sua palavra, dependia da sorte e suas capacidades intelectuais.
Por esta razão viviam dias sombrios, sem esperança quanto ao futuro.
O que seriam de seus filhos?
O que seria de sua nação?
Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37:25.
Quando andamos na presença de Deus nosso futuro pertence a ele e sabemos que tem o melhor a cada um de nós.

Esta opressão durou até o dia em que o Anjo do Senhor apareceu para gideão:  Imagine este homem, trabalhando com medo do inimigo, quando ele ouviu as palavras do Anjo: "O Senhor é contigo, homem valente".
E Deus assim fez porque o povo resolveu clamar a Deus. V.7.
Deus é misericordioso, sempre disposto a perdoar e mudar nossa história, ele esta disposto a nos perdoar e mudar nossa história.
Era a resposta da oração do povo, porém Deus precisava de alguém para outra vez levantar  m altar ao Senhor.
A adoração precisa voltar, assim como o sacrifico de adoração.
Deus precisava de alguém para mostrar ao povo o caminho do altar, eles precisavam voltar a adorar a Deus.
Deus quer e pode mudar sua vida, porém ela precisa colocada diante do altar do Senhor.

Gideão edifica um altar: Neste altar ele declara “O Senhor é Paz”. Ele estava declarando através daquele altar que o Senhor estaria devolvendo a paz sobre seu povo.
Esta paz há muitos anos estava faltando em Israel, mas agora seria diferente.
O povo estava fazendo uma aliança com Deus novamente, entregando suas vidas pra ele, deixando que Deus cuidasse deles novamente.
E o altar representa isto, sacrifico e adoração, o povo voltou-se para o altar.
Voltaram a ter comunhão, sacrificar e adorar ao verdadeiro Deus, e por isto Deus daria um grande livramento ao seu povo.

C. Naquela mesma noite Deus mandou Gideão derrubar o altar de baal e edificar um altar ao Senhor e mais uma vez sacrificar neste altar.
Fica claro que Deus quer o centro de nossas vidas, ele deseja estar em nosso coração, que o amemos e o adoremos em Espirito e em verdade.
Gideão obedeceu e Deus o usou de maneira milagrosa para libertar Israel de anos de opressão.
Não foi uma tarefa fácil, foi penosa, que levou Gideão ter que confiar totalmente em Deus.
Será assim em nós também, para que Deus esteja no centro de nossas vidas com certeza precisaremos abrir mão de algo. Talvez tenhamos que tomar algumas atitudes radicais, mas agindo assim à vitória de Deus em nossas será inevitável.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA