MENU

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

JESUS É A RESPOSTA PARA SUA VIDA, Jo. 14:6


Resultado de imagem para caminho verdade e vida 
Int. Andar com Jesus é andar na contra mão do mundo, pois o mundo caminha a passos largos para longe da presença do altíssimo.
Nos caminhos desta vida podemos facilmente perder-nos, afinal são tantos atalhos e caminhos que levam o ser humano para uma falsa realização e uma falsa alegria.
O caminho dos vícios promete alegria, que dura muito pouco e trás muitas angustias, perdas e frustrações.
O caminho das riquezas oferece poder e auto realização mas não pode satisfazer a alma aflita que esta vazia e necessita da presença de Deus.

C.M. 1) Se você está perdido, Jesus é o CAMINHO; O caminho da volta por cima como foi o filho pródigo que se perdeu mas consegui voltar para o caminho junto ao seu pai onde ele tinha proteção, segurança e provisão.
Caminho do milagre, das portas abertas; ele o caminho que nos leva para perto de Deus para que possamos usufruir de bênçãos espirituais da qual só ele tem para oferecer. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, Ef.1:3.
Não há outro caminho que nos conduzira a presença de Deus.

2) Se você está confuso, Jesus é a VERDADE; Em que acreditar, afinal são tantas vozes exteriores tentando nos persuadir a viver longe do proposito de Deus.
As vezes diante lutas ferrenhas, dificuldades extremas ficamos confusos a respeito das promessas de Deus.
Será que realmente se cumpriram em minha vida?
Quanto tempo mais  vou ter que esperar?
Porque esta acontecendo isto comigo?
Jairo foi norteado por muitos questionamentos quando foi buscar ajuda de Jesus para curar sua filha.
No caminho foi informado que sua filha tinha morrido, porém as palavras de Jesus fizeram a diferença em sua vida. “Não temas, crê somente”.
Tem momentos que não dá argumentar, apenas crer no amor, cuidado e providencia de Deus sobre nossas vidas.
Fixe seus olhos em Jesus, pois assim não serás confundido. Porquanto a Escritura diz: Todo aquele que nele crê não será confundido. Rm. 10:11.

3) Se você está desanimado, Jesus é a VIDA.
Jesus declarou vida para seu amigo Lázaro que estava a quatro dias morto.
Declarou vida par o filho da viúva de Naim quando num grande cortejo o levavam para sepultá-lo.
Declarou vida para a filha de Jairo quando estava morta e muitos choravam sua morte.
Você talvez esta chorando a morte do teu casamento, noivado ou namoro ou esta desmotivado demais para continuar sua caminhada.
Seu ministério, sua vida com Deus, seu trabalho, seu emocional esta tão baixo que pensou e desistir da vida, mas tenha calma, JESUS ESTA DECLARANDO VIDA ABUNDANTE PARA VOCÊ.

C. Abra teu coração para Jesus e comece agora mesmo a desfrutar desta vida que tem para você.
Não apenas viver por viver, mas uma vida satisfatória, uma vida abundante e cheia da presença de Deus que fará de nós uma pessoa completa.

Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira


sábado, 18 de fevereiro de 2017

Decidiu não se Contaminar, Dn. 1:8


Int. Nossa vida com Deus é uma escolha, nós é que decidimos como viveremos nossa vida com Deus.
Toda escolha trás uma consequência, benção ou maldição. Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, Dt. 30:19.
Resultado de imagem para profeta daniel e seus amigos 
C.M. Daniel por sua vez decidiu firmemente não se contaminar, como consequência viu a mão de Deus agindo em sua vida e de seus amigos também.
Os desafios para nos manter firmese abundantes em Deus serão grandes.
O fato é que um dos primeiros grandes desafios do jovem Daniel na Babilônia, foi participar de um curso onde o aprendizado da cultura e da língua dos caldeus faziam parte do currículo. Literatura, astrologia, astronomia, noções de magia e adivinhação, agricultura, arquitetura, leis, matemática e língua acádica, seriam algumas das disciplinas. Os estudos científicos mesclavam-se com magia e adivinhação.
O quadro é muito parecido com o que enfrenta os nosso jovens cristãos nas universidades e faculdades norteadas pelas idéias pós-modernas, onde nestes espaços a ciência e as experiências místicas se fundem, o espírito de “tolerância” e “pluralismo religioso” dá o tom, a vida moral é relativizada e onde a felicidade é confundida e reduzida ao mero prazer.

Diz a bíblia no verso 17 que Deus deu a Daniel a inteligência, visões e sonhos.
Nada vem por acaso, nossa conquista em Deus é fruto da nossa obediência a sua palavra, da nossa decisão para andar em santidade, de ser benção em suas mãos.
Deus usou Daniel de uma forma poderosa na babilônia, uma terra desconhecida para ele.
Ali eles adoravam há um deus pagão tinham costumes pagãos, Daniel precisou aprender, estudar seus costumes, sua língua nativa, porém não permitiu que isto lhe tirasse da presença de Deus, ao contrário; se aproximou mais de Deus para andar em sua presença.
Daniel era luz em meio aquelas densas trevas que existia em babilônia.
Precisamos tomar decisões para sermos o que Deus nos chamou para sermos em qualquer lugar.
A consequência disto foi que Daniel se destacou muito naquele lugar sem perder sua essência, se destacou sendo luz de Deus.

1-Deus nos chamou para sermos luz: A luz precisa brilhar, para isto não pode esconder-se. Esta luz precisa brilhar na escuridão.
Lá no meio da impiedade é que eu preciso mostrar que Deus é quem dirige meus passos, controla minha vida.
No meio da incredulidade eu preciso brilhar mostrando minha fé.
Não deixe que as trevas o contamine, ofusque sua luz.

2-Deus nos chama para obediência: Obedecer a Deus inclui fé porque mesmo em muitas ocasiões não vendo nada eu preciso obedecer. Porque não preciso ver e sim obedecer.
Pela disposição de obedecer a Deus é que não seremos contaminados com o “ver pra crer”.
Obedecer à palavra de Deus me credencia a receber suas promessas em nossas vidas.
 A obediência inclui minha vida financeira também, você já parou para pensar quantas coisas já perdemos porque decidimos não obedecer a palavra de Deus?
Muitas bênçãos estão sendo perdidas pela desobediência porque muitos já estão contaminados pela ganancia, avareza, mesquinharia e etc.
Deus só tem compromisso com quem obedece.
E será para nós justiça, quando tivermos cuidado de cumprir todos estes mandamentos perante o Senhor nosso Deus, como nos tem ordenado. Deuteronômio 6:25.

3-Deus nos chama para sanidade: Sem santidade ninguém vera Deus. O pecado tem contaminado a muitos e por consequência levando muitos a viver distante dos propósitos de Deus para sua vida.
O pecado atrai maldição para sua vida e consequência para aqueles que estão pertos.
Deus nos chamou para vivermos em santidade, sua palavra não caducou, continua atual.
Deus quer homens e mulheres ainda hoje comprometidos com a santidade para que ele possa usar como usou a Daniel e seus amigos. Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; 1 Pedro 1:15.

4-Deus nos chamou para testemunhar: Não podemos nos contaminar com o conformismo, a esterilidade espiritual.
Deus chamou seu povo para falar de suas maravilhas que ele tem feito em nossas vidas.
Não deixe para amanha, para depois, outro dia, é agora, hoje Deus tem nos chamado para falar de suas grandezas.
Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas. Romanos 10:14,15.

C. Muitas bênçãos estas retidas porque falta a decisão de não contaminar-se.
Tudo o que aconteceu na vida e Daniel foi provocado por suas atitudes diante de Deus.
Através de sua vida o reino da babilônia foi impactado pelo poder de Deus.
Daniel prosperou, cresceu ministerialmente, se tornou respeitado, amado, porque decidiu viver pra Deus e na presença de Deus.
Dispôs-se a pagar o preço necessário para que a vontade de se cumprisse em sua vida?
Deus continua procurando pessoas que decidam firmemente não se contaminar.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

domingo, 22 de janeiro de 2017

O Legado de Abraão, Gn. 22



Int. Deus após dar o filho da promessa, filho esperado e amado  por Abraão  Sara agora Deus põe Abraão a prova pedindo seu maior tesouro em sacrifício.
O chamado de Abraão era muito maior do ele imaginava além de uma descendência numerosa Deus queria que ele fosse um referencial para eles.

Resultado de imagem para abraão e isaqueC.M. Ser um homem de Deus como referencial exemplo ou modelo tem um preço alto.
Andar hoje na contra mão do mundo é um preço a ser pago por homens e mulheres de Deus que querem deixar um legado e ser exemplo aos demais.

-O inicio da conversa de Deus com Abraão deixa muito claro da importância de Isaque para ele, era o seu melhor, o filho amado, a melhor coisa que Deus lhe tinha dado.
Fica muito claro também algumas atitudes de Abraão que deve ser seguido por homens e mulheres que desejam fazer a diferença.
1-Quando Deus o chama pelo nome ele diz: Eis me aqui. Esta expressão mostra o coração de Abraão, sua prontidão e disposição em atender o chamado do seu Deus, claro que ele nunca imaginava que o pedido de Deus seria tão difícil.
Deus tem chamado a muitos, porem poucos se dispõe a ouvi-lo e obedece-lo, não sabendo que o chamado de Deus para sua vida vai produzir frutos permanentes e duradouros em sua vida.

2-Disposição: Deus pediu para Abraão ir ao monte Moriá ele se dispôs a ir até lá e fazer conforme Deus o havia mandado.
Observe que Abraão precisou andar três dias sobre o lombo de um animal, depois subir o monte, depois rolar pedras grandes e sobre pô-las em ordem para fazer o altar do sacrifício.
Para um homem com mais de cento e dez anos não foi uma tarefa simples, foi com certeza muito árdua.
Quantas desculpas para não fazer o que o Senhor nos pede, não tenho tempo, estou cansado, hoje não, semana que vem, esta chovendo, muito frio, calor demais e etc.

3-Toda aquela tarefa árdua foi vista por Abraão como uma oportunidade de adoração V5: Foi isto o que ele disse aos servos. “Esperai aqui com o jumento,  eu e o rapaz iremos até lá, havendo adorado voltaremos para vós.
Que lição o velhinho Abraão da a nós com sua disposição, prontidão e encarar um sacrifício como uma oportunidade de adorar a Deus.
Isto é muito mais profundo do que podemos imaginar, vai além da nossa compreensão.

4-Sua fé mostrou o poder  de Deus: A sua atitude de fé mostrou a todos do que Deus é capaz de fazer. Pela fé ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado; sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito.
Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dentre os mortos o ressuscitar; Hebreus 11:17,18.
Deus não ressuscitou Isaque como cria Abraão porque não precisou, mas proveu um cordeiro para o lugar de seu filho.
Deus queria saber o  que de fato era mais importante para Abraão, porque Deus ele sonda as nossos corações e sonda intenções. Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo a mente; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações. Jeremias 17:10.
Deus prova o homem, mas uma vez aprovado por Deus a benção chegara na tua vida e o proposito do criador vai se cumprir sobre toda a tua casa.
Naquele dia  Deus fez um juramento por causa da atitude de Abraão: Sua geração seria abençoada por causa da suas atitudes. Deus assumiu um compromisso, firmou uma aliança com Abraão naquele dia, sua descendência seria forte e abençoada.
Era o legado de Abraão que ele estava deixando para seus descendente, qual legado estamos deixando?
Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus. Ex 3:6.
Os nomes de Abraão, Isaque e Jacó aparecem juntos 25 vezes na Bíblia e sempre tem o sentido de ser o Deus de cada um deles. Essa expressão é muito interessante e tem várias implicações para nossa caminhada com Deus.
O profeta Elias no monte Carmelo quando invoca a Deus para provar diante de todos que ele o Deus todo poderos faz esta citação: Deus de Abraão Isaque e Jacó.
Porque disto? Porque foi o legando de benção que Abraão deixou para seus descendentes e por isto Abraão era sempre citado e lembrado como homem de fé, corajoso, disposto, obediente e etc.
Qual legado vamos deixar para os nossos filhos e demais descendentes?

C. Queria terminar deixando um exemplo de como nosso legado influencia nossa geração.
Jonathan Edwards nasceu em 1703 em Windsor Connecticut. Ele era o único filho homem entre dez filhas, seu pai, Timothy Edwards era pastor, e sua mãe, Esther Stoddard era filha de Solomon Stoddard, um famoso reverendo da época.

Solomon Stoddard, avô de Edwards, era um Puritano em todo o significado da palavra, foi o líder espiritual da cidade de Northampton, Massachusetts por 57 anos.
Dois anos antes de sua morte, seu neto Jonathan Edwards subiu de pastor assistente para pastor.
Jonathan Edwards aprendeu muito com o avô principalmente a importância de trabalhar duro e estudar bastante. Ainda bem novo, Edwards aprendeu a escrever. O pai dele lhe ensinou o latim e outros idiomas como grego e hebraico. Aos seis anos de idade ele já conseguia conjugar os verbos em latim. O domínio destes idiomas lhe ajudaria depois a ser um perito em estudos da Bíblia Sagrada e um mensageiro poderoso da Palavra de Deus.
Aos 13 anos de idade, Jonathan Edwards entrou na Faculdade de Yale, e lá estudou teologia. E como aquele garoto amava estudar, ele freqüentemente passava 14 horas por dia estudando sobre a Palavra de Deus.
Contudo, em nenhuma área Edwards foi mais bem sucedido do que em seu papel como pai. Edwards e sua esposa Sarah tiveram onze filhos. Apesar de um horário de trabalho rigoroso que incluía acordar às 4:30 da manhã ler e escrever em sua biblioteca, viagens extensas, e reuniões administrativas infinitas, ele fazia questão de dedicar muito de seu tempo aos seus filhos.

Apesar de sua vida agitada, Edwards se comprometeu a passar pelo menos uma hora por dia com eles, principalmente lhes ensinando princípios cristãos.

E se ele perdesse um dia porque estava viajando, acumularia essas horas e as passaria com os filhos quando voltasse.

Sem dúvida Edwards deixou um importante legado aos seus filhos, assim como seu avô havia deixado para seu pai, e seu pai deixará para ele.

O dicionário Aurélio nos diz que legado é um valor previamente determinado, ou objetos previamente individuados, que alguém deixa a outrem. E o principal legado que Edwards deixou a seus filhos foram seus princípios cristãos.

Recentemente, o estudante Benjamim B. Warfield de Princeton encontrou, depois de muitas pesquisas, 1.394 descendentes conhecidos de Edwards. E nessa pesquisa podemos constatar o maravilhoso legado que Edwards deixou aos seus descendentes através de sua vida cristã. Dos 1.394 descendentes de Edwards:

3 se tornaram presidentes de universidades,

3 senadores dos Estados Unidos

30 juizes

100 advogados

60 médicos

65 professores de universidades

75 oficiais de exército e marinha

100 pregadores e missionários

 60 escritores de destaque

 1 vice-presidente dos Estados Unidos

 80 altos funcionários públicos,

 250 formados em universidades, entre eles governadores de Estados e diplomatas enviados a outros países.

Os descendentes de Jonathan Edwards não custaram ao Estado um dólar.

Por outro lado, Benjamim B. Warfield também pesquisou a vida de Max Jukes, um famoso ateu, contemporâneo a Edwards, o qual freqüentemente atacava os discursos, a ideologia e as pregações de Edwards. Max Jukes, o ateu, viveu uma vida ímpia, casou-se com uma jovem ímpia, e também deixou um legado para seus descendentes, da descendência dessa união entre Jukes e sua esposa, pesquisada por Benjamim, constatou-se que de todos seus descendentes encontrados:

310 morreram como indigentes.

150 foram criminosos, sendo 78 assassinos

100 eram alcoólatras

Mais da metade das mulheres, prostitutas

Os 540 descendentes de Jukes custaram ao Estado 1.250.000 dólares.

A história de Jonathan Edwards é um exemplo do que alguns sociólogos chamam a “regra das cinco gerações.” Como um pai cria seus filhos e o amor que eles dão, os valores que ensinam, o ambiente emocional que oferecem, a educação que provêem, não só influencia seus filhos, mas as quatro gerações seguintes. Em outras palavras, o que os pais fazem pelos seus filhos permanecerá pelas próximas cinco gerações.

O exemplo de Jonathan Edwards nos mostra a importância de deixarmos esse legado cristão aos nossos filhos.

Mas a teoria das cinco gerações trabalha de ambos os modos. Se não nos esforçarmos para sermos bons pais e transmitirmos princípios cristãos, nossa negligência pode infestar gerações. Considere o caso de Max Jukes.

Max Jukes teve problemas com a bebida, que o impediu de manter um trabalho fixo. Também o impediu de demonstrar muita preocupação pela esposa e os filhos.

Claro que isto não significa que as pessoas simplesmente são um produto direto de seus pais, ou que seu futuro está determinado pela sua descendência.

As histórias de Jonathan Edwards e Max Jukes oferecem lições poderosas sobre o legado que nós deixaremos como pais. Daqui a cinco gerações é bem provável que as nossas realizações profissionais serão esquecidas. Na realidade, nossos descendentes podem pouco saber sobre nós ou nossas vidas.

Mas o modo como somos pais hoje e princípios que transmitimos afetarão diretamente não só nossos filhos, mas também nossos netos, bisnetos e as gerações que se seguem.

 Como dizia Edwards: Deus fez todas as coisas com um propósito, e Deus também tem um propósito para todos nós, Nenhum homem vive em vão, todos nós deixaremos um legado. Qual será o seu?

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Às vezes seguir em frente nos leva a impasses e situações difíceis. Ex. 14:15-26



Int. Imagine a situação do povo que havia saído do Egito, alegre com a ideia de estava indo para a liberdade, quando chega diante do mar e percebe que está em uma armadilha. À frente, água intransponível, atrás, os egípcios vingativos magoados com a perda dos seus filhos. Não dá mais tempo para uma rota alternativa.
“Teria Moisés entendido errado a direção dada por Deus? Teria o povo se entusiasmado cedo demais com a possibilidade de liberdade”?

Resultado de imagem para impossivel mas deus podeQuando chegamos nesses impasses temos a tendência de achar que fizemos algo errado ou que entendemos mal o que Deus nos mandou. Mas esse episódio nos ensina duas coisas através de Moisés.

C.M. A primeira foi que Moisés manteve a atitude de confiança em Deus independente do que se podia ver com os olhos físicos. Moisés, pela fé, já tinha visto a Terra Prometida e sabia que Deus levaria o povo até lá. Se esta era a promessa de Deus então aquele momento não era o fim! Por isso ele pôde dizer ao povo “Não temais; estai quietos, e vede o livramento do Senhor, que hoje vos fará; … O Senhor pelejará por vós” (Êxodo 14:13,14).
-Mesmo diante do improvável ele consegue forças para continuar acreditando e ainda, animar seus liderados que estavam sucumbindo diante daquela situação no mínimo desesperadora.
Temos uma forte tendência de desistir cedo demais, nos falta a paciência necessária para esperar eme a providencia e Deus.
Por isto dizia o salmista; Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.
Salmos  40:1
O inimigo então aproveita esta brecha para lançar a duvida em nossa mente trazendo assim confusão, será?
Moises homem de Deus, cheio do espirito manteve sua fé e confiança na promessa da terra prometida.

A segunda foi que esta atitude permitiu que ele continuasse a ouvir a Deus e a obedecê-lo, ainda que a direção parecesse loucura para a mente natural.
“Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.” (Êxodo 14:15,16).

Moisés não entendeu errado, o povo não se entusiasmou antes da hora, mas a situação chegou a um impasse. O cenário está montado e nesse momento você pode escolher:

ou tenta fazer 1 milhão de pessoas nadarem até o outro lado,
ou tenta fazer mulheres, velhos e crianças enfrentarem um exército furioso,
ou obedece ordens inusitadas de Deus.
Na maioria das vezes, obedecer a Deus é fácil, nós é que complicamos as coisas desnecessariamente com a nossa mente elaborada.
Afinal, levantar a mão não é mais fácil que lutar contra um exército? No entanto ficamos dando cem motivos porque a solução de Deus não vai funcionar.

A única coisa que precisamos é crer que Deus sabe o que está fazendo.

Precisamos continuar colocando em prática a Sua Palavra mesmo quando parece que ela não vai funcionar.

-Continuamos a orar e a buscar a presença de Deus mesmo quando parece que Ele não nos ouve. (1 Tessalonicenses 5:17; Lucas 18:1)
-Continuamos a amar mesmo quando aqueles a quem dirigimos nosso amor não reconhecem. (1 Coríntios 13:7)
Mesmo contraria, apreensível e com medo o povo obedeceu ao líder; o resultado foi uma tremenda vitória do povo sobre seus inimigos que resultou num cântico de vitória entoado por Moisés e todos os demais do arraial.
Esta vitória foi tão marcante que milhares de anos mais tarde o povo cantava através vários salmos.

C. Permanecer firme no propósito de obedecer a Deus e Sua Palavra pode nos levar a impasses e situações que parecem insolúveis. Você pode olhar à sua volta e fazer uma lista dos impossíveis que lhe rodeiam. Mas em vez de sucumbir às suas próprias e complicadas soluções, renda-se às ordens simples que o Senhor te der.


Estou rodeado pelos meus impossíveis, mas creio que Deus dará ordem para cada um deles!

domingo, 15 de janeiro de 2017

Alcançando a Promessa Gn. 12:2-3


Int.Gn. 12: 2. Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção. 3. Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.
 A promessa de Deus para a vida de Abrão era simplesmente maravilhosa, qualquer um ficaria impressionado, mas nós que estamos ainda vivos temos também grande promessas da parte de Deus.
Resultado de imagem para abraão e a promessa1-Jesus prometeu estar conosco todos os dia de nossas vidas.Mt. 28:20.
2-Nos prometeu o Espirito Santo que estaria falando por nós, nos consolando... João 14:6.
3-Salvação para nós e nossas família. At. 16:31.
4-A coroa da vida eterna. Ap. 2:2.
5- Prosperidade. Lc. 6:38.
Essas são apenas algumas  das mais oito mil promessas que existe no velho e novo testamento.
Mas para que estas promessas se cumpram em nossas vidas é necessário andar com Deus, produzir em seu reino, glorificar a ele em nossas vidas, atitudes de fé e vencer alguns obstáculos que estão entre nós e o cumprimento da promessa.
Voltando a Abrão, Deus falou pra ele!

 DE TI FAREI UMA GRANDE NAÇÃO: A promessa demorou, Abraão teve de precisou enfrentar o obstáculo da duvida, o tempo passando, ele e sua mulher envelhecendo e nada do filho.
A duvida passa ser uma arma poderosa que o inimigo usa para frustrar os planos  de Deus para nós.
Porque é pela fé que alcançamos as promessas, que superamos obstáculos e permanecemos de pé.  Hb. 11:8-12 Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa.  Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus.  Pela fé também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber, e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido.  Por isso também de um, e esse já amortecido, descenderam tantos, em multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar.

TE ABENÇOAREI: Se deus te abençoou ninguém pode te amaldiçoar, ninguém vai te parar, mas Abraão enfrentou adversários, precisou lutar para se manter na benção.
Ele enfrentou problemas familiares, a estiagem sobre a terra, desentendimento por causa dos filhos Ismael e Isaque.
A vida com Deus não nos exime de problemas, mas nos faz fortes para enfrenta-los e vence-los.

TE ENGRANDECEREI O NOME: Deus tinha um chamado especifico para Abraão, (ministério) para tanto não faltou adversidade. Através dele Deus iria abençoar muitas pessoas.
Hoje Deus nos chama para abençoar, não somos convidados por Deus apenas para fazer parte da Igreja, mas sermos a Igreja de Jesus.
Para ser Igreja é precisa produzir frutos, não ser apenas mais um no meio da multidão, mas para isto há um preço.
Abrão enfrentou adversidades como funcionários de Abimeleque  que estavam entulhando seus poços e etc.
Milhares de anos depois o nome de Abraão continua sendo grande porque Deus é e sempre será um Deus fiel.
Deus deseja cumprir o que nos prometeu, precisamos ser fiéis até o fim!

ABENÇOAREI OS QUE TE ABENÇOARES, AMALDIÇOAREI OS QUE AMALDIÇOAREM: Isto significa que ninguém pode impedir que a promessa dele se cumpra em nossas vidas.
Não adianta tentar puxar o tapete, armar ciladas, boicotar, tramar, desejar ou se esmerar para impedir o chamado de Deus.
Mil caíram ao teu lado, dez mil a tua direita...
Esteja disposto a continuar no chamado de Deus para você, não olhe para os lados, continue caminhando e olhando para Deus.
Deixe os outros, eles estão na verdade te ajudando a crescer só que sabem disto.

EM TI SERÃO ABENÇOADAS AS FAMÍLIAS: Da sua descendência viria o salvador que impactaria as famílias da terra.
O cumprimento da promessa traria bênçãos aos demais.
Aguente firme porque muitos serão abençoados por causa da promessa de Deus para você.
É por isto que o inferno esta revoltado com você e quer te parar de qualquer maneira.

A BENÇÃO FOI DECRETADA, AGORA É PAGAR O PREÇO. APENAS NESTE CAPÍTULO VEMOS ABRÃO ERIGINDO DOIS ALTARES. ( SACRIFÍCIO). SUA CAMINHADA EXIGIU FÉ, CORAGEM, FIDELIDADE, ATITUDE E TRABALHO. A PROMESSA ESTÁ DIANTE DE NÓS TAMBÉM, MAS QUEM QUER DE VERDADE PAGAR O PREÇO PARA ALCANÇÁ-LA? ABRAÃO SE TORNOU O PAI DA FÉ NÃO POR ACASO; MAS PORQUE CONQUISTOU A PROMESSA SUPERANDO OS OBSTÁCULOS E HONRANDO A DEUS POR ONDE PASSAVA! NÓS TAMBÉM TEMOS PROMESSAS, CABE A NÓS TER DISPOSIÇÃO PARA LUTAR E CONQUISTAR. " Se fiel até a morte e te darei a coroa da vida"

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA