MENU

terça-feira, 24 de março de 2015

A BENÇÃO NOS LEVA A SER PROVADOS

 (1 Pe 1:6-9; Tg 1:1-8)
Int. Hoje vamos falar um pouco sobre fé, a qual na verdade sabemos muito pouco na prática, sabemos mesmo é na teoria, mas fé é prática.
Ilustração: Uma vez um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo.
Resultado de imagem para teia aranha
O homem, correndo, virou em um atalho que saía da estrada e entrava pelo meio do mato e, no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira:
- Deus Todo Poderoso, fazei com que dois anjos venham do céu e tapem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!!!
Nesse momento escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia e viu que na entrada da trilha apareceu uma minúscula aranha.
A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha.
- Senhor, eu vos pedi anjos, não uma aranha. Senhor, por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha, para que os homens não possam entrar e me matar...
Então ele abriu os olhos esperando ver um muro tapando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia. Os malfeitores estavam entrando na trilha, na qual ele se encontrava, e ele estava esperando apenas a morte.
Quando passaram em frente da trilha o homem escutou:
- Vamos, entremos nesta trilha.
- Não, não está vendo que tem até teia de aranha? Nada entrou por aqui. Continuemos procurando nas próximas trilhas.
Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível.
Às vezes pedimos muros para estarmos seguros, mas Deus pede que tenhamos confiança n'Ele para deixar que Sua Glória se manifeste e faça algo como uma teia, que nos dá a mesma proteção de uma muralha.
Nunca desanime em meio às lutas, siga em frente, pois Deus disse: “diga o fraco: eu sou forte”.
São nos momentos mais difíceis que encontramos em Deus a nossa força.
Ainda que você não veja com olhos físicos, apenas creia!

A fé é sempre testada pelo menos por três razões:
Primeiro, para provar se a nossa fé é real. Foi assim com Abraão quando Deus pediu seu filho em sacrifício, porque é muito fácil dizer que tem fé, no momento em que ele é provado e fica evidente se temos fé ou não.

Segundo, para ajudar a nossa fé crescer. Só crescemos quando passamos pelo deserto e precisamos  a depender exclusivamente da providencia de Deus.
É neste momento que podemos ver o amor, cuidado e proteção de Deus.
Resultado de imagem para FÉAs dificuldades que testam a nossa fé são na verdade uma grande universidade de Deus, onde aprendemos lições valiosíssimas, que vão fazer a diferença em nossas vidas.

Terceiro, para trazer glória ao nome do Senhor. Imagine você a fome castigando exatamente a terra para a qual Deus trouxe Abraão.
Nós podemos estar no centro da vontade de Deus e ainda assim, enfrentando dificuldades e passando por provas. Abraão por um momento andou pela vista e não pela fé e isto lhe custou seu testemunho e quase lhe custou a sua esposa. Veja, que no Egito, Abraão não armou tenda nem levantou altar. Descer ao Egito foi fugir da vontade de Deus. O Senhor abençoou Abraão para que ele fosse uma bênção. Através de Abraão e seu descendente, todo o mundo tem sido abençoado. Onde quer que Deus abençoe você é para que você seja uma bênção para outras pessoas.
As bênçãos de Deus não são apenas privilégios pessoais, mas oportunidades para abençoarmos outros.

C. Lutas e dificuldades fazem parte do nosso dia a dia, mas em todas elas Deus nos faz mais do que vencedor.

Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA