MENU

segunda-feira, 11 de março de 2013

Mente de Gafanhoto


Nm.13:25-33, 14:1-12 

Toda mudança começa na mente. Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele. Pv. 23:7
Durante anos o povo de Israel esteve escravizado, sua mente estava cauterizada, precisando de uma renovação para que pudessem experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Rm.12:12
C.M. Continuavam com uma mente de escravo mesmo sendo livres da opressão dos egípcios.
Por isto disseram a Moisés que se sentiram com se fosse gafanhotos diante de seus adversários.
Isto é uma mente doente, o corpo esta livre mas a mente continua aprisionada no fracasso, no pecado, na improdutividade, na miséria, doença e etc.

Gafanhoto: O gafanhoto é considerado uma das piores pragas da agricultura brasileira. Pois pode chegar a causar danos em áreas muito grandes, as áreas de plantio é um de seus habitat favoritos. Além de gregário, já que só anda em bandos, esse inseto é capaz de comer o correspondente a seu peso por dia se alimentam desde gramíneas e pastagens até roupas e móveis. Na cadeia alimentar seve de alimento para sapos, porém ele não consome nenhum animal. Não contribui em nada para natureza, só destruição.

Todos os anos são milhões e milhões na agricultura por causa dos gafanhotos.

Pessoas com mentalidade de gafanhoto

1-Não enfrenta o inimigo: Durante todo aquele tempo Deus deu para aquele povo inúmeras vitorias, mas na hora conquistar a terra prometida eles temeram.
Acharam-se gafanhotos, incapazes de lutar e vencer.
A derrota começou primeiramente em suas mentes, foram derrotados antes de começar a lutar.
Tem sido assim na vida de muitas pessoas, não tem bom animo nem vontade de superação porque só olha para o tamanho do seu problema.
Todas as maravilhas que Deus operou no deserto perante seus olhos eles parece que haviam esquecido.
Você jamais chegará a algum lugar se sua mente não chegar primeiro. A mente deles ainda estava escrava no Egito.
Se você quer ser um vencedor, enfrente o problema.
2-Não produz nada: Gafanhoto na sua cadeia alimentar nada produz, ele apenas destrói plantações, apenas se beneficiam, mas não promovem, não ajuda em nada.
Jesus ensinou que é dando que se recebe, mas muitos querem apenas receber, se beneficiar.
Pessoas com a mentalidade de gafanhotos não produzem nada para o reino de Deus.
Nunca convidaram ninguém para vir à igreja, nunca tem tempo para evangelizar, quando da uma oferta é murmurando, critica o dizimo.
Não é comprometida com o reino de Deus, ou seja; nunca pode contar com ela.
Deus nos chamou para produzir frutos, se inteirar de fato na sua obra. E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo. Lc. 3:9.
Este é um dos segredos para a benção de Deus que muitos não entendem, “trabalhar para Deus”.
Porque nosso trabalho no Senhor não é vão, Deus recompensa muito bem seus trabalhadores e não fica devendo nada a ninguém. Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.  João 4:35-36

3-Perde o poder de reação: Os Israelitas não conseguiam reagir, foram medíocres.
Tem gente que acha que a tragédia é o fim, que o problema não tem solução e que não há mais nada a fazer.
Isto causa indignação em Deus, 14:11-12. O que Deus precisa para operar o milagre é encontrar em nós disposição, vontade vencer, determinação.
Que acreditemos em sua palavra e nas suas promessas, porque o resto é com ele, do jeito dele e na hora dele.
Precisamos reagir, não tem nada perdido, Josué e Calebe viram as mesmas coisas, porém com uma mente renovada, enxergando a providencia de Deus em suas vidas, “como pão os devoraremos”.

C. O povo esta enxergando o  problema maior do ele realmente era. 90% dos dizemos ser problemas na verdade não são realmente.
Muitos focalizam o problema e não a solução, não enxergam além dos problemas.
Em muitos casos, o problema nos beneficiam como nos exemplos de José do Egito, Daniel e cova dos leões...
A lista com certeza é grande, você pode contribuir para aumenta-la...

Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA