MENU

domingo, 18 de dezembro de 2011

Na Mesa com Jesus



Texto: Ap. 3:20

Int. Jesus nos convida para um grande banquete espiritual.
Ela começou com Moises na primeira celebração da páscoa que simbolizou a libertação do povo judaico.
Seu ápice se encontra em Jesus, no seu sacrifício no calvário.
A refeição têm um papel importantíssimo na cultura judaica e a mesa é um lugar que guarda pra eles um significado que transcende o ato de se alimentar. Essa característica é também marcante na maior parte das culturas.
1-Na mesa os pais ensinam aos seus filhos as primeiras lições de boas maneiras,
2-na mesa os casais apaixonados fazem juras de amor,
3-na mesa são fechados negócios importantíssimos,
4-discussões indigestas tornam-se palatáveis quando acompanhadas de um bom jantar.
São muitos os exemplos de situações que se passam na mesa que transcendem sua finalidade principal. Jesus, como bom judeu, sabia da força que havia na mesa naquela cultura, assim, Ele, se aproveitou da mesa para cumprir seu chamado e no evangelho de Lucas há diversas cenas em que a refeição desemboca na salvação. Há uma relação muito estreita entre a hospitalidade e a salvação. Não basta se sentar a mesa com alguém deve-se estar disposto a servir com hospitalidade


C.m. O que significa sentar (reclinar) a mesa com Jesus?

1-      Escravo não senta a mesa, significa que ele nos torna livres. “Se o filho vos libertar...”
Ele esta convidando você para ser livre, participar do banquete espiritual, fartura, ainda que esteja atravessando um deserto.

2-      Na mesa do Senhor pode se assentar qualquer um, prostitutas, corruptos, ladrões e qualquer outro que sabe que sua dignidade está em Jesus e não em seus próprios méritos.
Porque ele tem o poder de restaurar, libertar transformar como foi o caso de Zaqueu, que foi totalmente mudado pelo poder de Deus.

3-      Deus te ama tanto que você pode se assentar exatamente como você é, mas por amor não permitirá que você permaneça como chegou. Jo.3:16
Você pode estar desajustado, desorganizado, seja na família, nos negócios, no ministério e etc. Mas ele pode colocar tua vida em perfeita ordem, foi assim com a samaritana e tantos outros que se achavam perdidos e desarrumados.
4-Assentar-se na mesa e lembrar que um dia fomos escravos, que hoje somos livres e um dia reinaremos com Ele.
Escravos do pecado, miséria, dividas, do passado, nunca mais... Joel. 2: 23 Alegrai-vos, pois, filhos de Sião, e regozijai-vos no Senhor vosso Deus; porque ele vos dá em justa medida a chuva temporã, e faz descer abundante chuva, a temporã e a serôdia, como dantes.24 E as eiras se encherão de trigo, e os lagares trasbordarão de mosto e de azeite. 25 Assim vos restituirei os anos que foram consumidos pela locusta voadora, a devoradora, a destruidora e a cortadora, o meu grande exército que enviei contra vós.26 Comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do Senhor vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo nunca será envergonhado.
4-      Assentar a mesa significa que somos salvos, porque temos comunhão com ele, fazemos parte do seu reino, investimos no reino e queremos a expansão deste reino.
“Mas se assim não agirmos reino de Deus será tirado de vós e será dado a um povo que dê os seus frutos” (Mateus 21:43). Ele explicou, “Muitos virão do oriente e do ocidente, e reclinar-se-ão à mesa de Abraão, Isaque e Jacó, no reino dos céus; mas os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores” (Mateus 8:11-12).

C. Jesus hoje ministra ao nossos corações. Ele toma você, te abençoa, parte você, como o pão da ceia e dá você aos famintos, aos excluídos, aos marginalizados e a todos os escravos que clamam por libertação. Você já parou para pensar que você é o Moises da sua rua ou do seu trabalho? O povo continua clamando e Deus está ouvindo e está enviando seus liberadores, que são tão defeituosos quanto o original, mas ainda assim sabem que servindo como o Mestre trarão grande libertação. Servir como Jesus é servir para libertação. Esse importante conceito se perdeu nas últimas décadas com a teologia da prosperidade. Hoje, a igreja serve para fidelizar clientes e não para multiplicar servos. Agindo assim estamos jogando contra o reino de Deus e ficamos mais parecidos com Faraó do que com Moises. A mesa do Senhor nós trás essa grande lição: Servimos para libertação de nossos convidados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA