MENU

domingo, 19 de maio de 2013

Vencendo a Cova,


Dn. 6
Int. A desculpa é o maior assassino de sonhos de que se tem noticias.
Para alguns é mais fácil achar uma desculpa do que pagar um preço, e as vezes alto para alcançar uma objetivo.
Davi quando garoto estava cuidando das ovelhas de seu pai poderia ter fugindo quando um urso depois um leão atacou o rebanho. Ele poderia ter que era fraco, que não tinha forças para enfrentar aqueles animais.
Davi quando foi chamado por seu pai para ser pastor de ovelhas, ele sabia muito bem qual era a responsabilidade da sua função.
Sabia que sua missão era proteger o rebanho a qualquer custo, suas atitudes de defender  o rebanho arriscando sua própria vida chamou a atenção de Deus.
Davi em vez de desculpa, atitude, motivação, trabalho árduo, valentia,  fizeram dele um homem segundo o coração de Deus.

C.M. Quem era Daniel? Um exilado de Judá que foram levados para Babilônia pelo rei Nabucodonosor. E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real e dos príncipes,
Jovens em quem não houvesse defeito algum, de boa aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e doutos em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei, e que lhes ensinassem as letras e a língua dos caldeus.E o rei lhes determinou a porção diária, das iguarias do rei, e do vinho que ele bebia, e que assim fossem mantidos por três anos, para que no fim destes pudessem estar diante do rei.E entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias; Daniel 1:3-6
O fato é que um dos primeiros grandes desafios do jovem Daniel na Babilônia, foi participar de um curso onde o aprendizado da cultura e da língua dos caldeus faziam parte do currículo. Literatura, astrologia, astronomia, noções de magia e adivinhação, agricultura, arquitetura, leis, matemática e língua acádica, seriam algumas das disciplinas. Os estudos científicos mesclavam-se com magia e adivinhação. E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar. Daniel 1:8
Durante sua vida naquele país com costumes totalmente diferentes do seu, era de se esperar que Daniel se deixaria influenciar pelo sistema politico e religioso daquele país.
Ao contrário, vemos um homem em meio a tantas preções e apelações, influenciar a muitos, inclusive algo que me chocou muito! Porque o rei Nabudocodosor foi o mais notável e poderoso rei que a babilônia conheceu, e o mais orgulhoso também. A influencia do jovem Daniel foi tamanha que este grande e poderoso rei um dia se prostrou-se perante o pequeno Daniel, por causa de Daniel mudou um decreto dele. Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves. Daniel 2:46
Aquele poderoso rei teve que se render ao verdadeiro deus dos céus por causa da influencia de Daniel.
Mudou o reinado, mas Daniel continua servido a Deus com muito mais responsabilidade e fidelidade.
Daniel era amado e admirado pelos reis que passavam por aquele trono, mas odiado por opositores que não  sabia da sua fidelidade e comunhão com Deus.

No capitulo seis já com o rei Dario no reinado, seus opositores conspiram novamente contra ele.
Numa grande trama, convenceram até o próprio rei e armaram uma cilada para impedir Daniel de orar.
Daniel porem se mantem firme e três vezes ao dia como era de costume, subia até seu quarto e falava com Deus.

Como ele conseguia tanto tempo?
Visto que Daniel era o governante de toda a província da Babilonia que era constituída por várias cidades (2:49).
Estas cidades ficavam a vários quilômetros de distancia. Daniel tinha tempo par ir vistoriar estas cidades, tempo para orar, tempo para administrar no palácio.
Detalhe é que Daniel não possuía carros possantes do tipo  2.0, helicóptero, jatinho, etc. Ele ia montado num cavalo, camelo, viagens extenuantes, extremamente cansativas.

Como esta seu tempo para Deus?
A desculpa tem sido uma assassina cruel, tem matado o sonho de Deus na vida de muitas pessoas que usam a falta de tempo para se justificar.
As pessoas tem tempo pra tudo, só não tem tempo pra Deus. É difícil vir a igreja quando esta frio ou chovendo, mas quando passamos na frente de um bar encontramos seus frequentadores ali, sempre fiéis.
E mais fácil dizer que uma pessoa não quer se converter do que gastar um tempo em oração pela mesma, investir um tempo para discipular, ensinar uma nova vida em Cristo.
É difícil dar uma oferta pra Deus, no entanto os estádios de futebol a cada partida têm milhares de torcedores que estão pagando uma grande continua para assistir uma partida de futebol. E quando seu time vai disputar uma partida internacional, muitos fazem um financiamento bancário que levará anos pagando.

Daniel era o cara
O cara que não decepcionou Deus, preferiu arriscar sua pele para não desistir de orar, de buscar a face de Deus.
Ele poderia arrumar uma desculpa, dar um jeitinho, afinal Deus vai entender!
Deus só entende a linguagem da fidelidade, “Se fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da Vida”.
O resto é desculpas das quais o inferno esta cheio.
Daniel era o cara que fez valer o chamado de Deus em sua VIDA, em vez de desculpa, atitude, e muito trabalho.
Daniel foi o cara que preferiu enfrentar os leões famintos do que abrir mão de suas convicções, na quilo que ele achou que era certo, que era o chamado de Deus para sua vida.

Muitos tem sido o cara
O cara que tem enterrado seus talentos, porque não quer cultivá-los, afinal dá muito trabalho cultivar a terra.
O cara que Deus nunca pode contar, é muito ocupado, e pra Deus é  só o resto do tempo, o resto da...
O cara que apenas vem aos cultos, não há envolvimento na obra de Deus, sua relação com a igreja e irmãos é superficial.
O cara que acha defeito em tudo, tudo esta errado, menos ele é claro, mas nunca se oferece como voluntário para fazer alguma coisa.

Deus este procurado o cara
O cara que se humilha como Paulo, “Miserável homem que sou”. Rm, 7:24
O cara valente como Davi, Quem é este incircunciso filisteu para afrontar o exército do Deus vivo?
O cara apaixonado pelas almas como Pedro, Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido. Atos 4:20...
O cara que sabe agradecer, E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove?
Lucas 17:17.
O cara que depende de Deus, Se a tua presença não for comigo. Ex. 33:12-16.

C. Daniel enfrentou a cova e a venceu, não se desvio dela, e Deus foi como sempre fiel em sua vida.
Quando nos desviamos da cova estamos pegando um atalho, no caminho Deus esta conosco, no atalho não.
No caminho, os anjos de Deus nos guardam, 6:22; Sl. 91:11, no atalho dependemos da sorte.
Após a cova o ministério de Daniel cresceu grandiosamente, Deus derramou bênçãos abundantemente sobre ele.
Deus lhe deu grandes revelações acerca dos finais do tempo.
Chega de desculpa, vamos fazer valer o chamado de Deus em nossas vidas.
Deus tem pressa!

Deus abençoe sua vida!

Pastor  Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA