MENU

domingo, 5 de agosto de 2012

Pobre viúva


 Lc. 18:1-8

Int. Na época de Jesus, uma viúva ocupava uma situação social muito difícil. Aliás, qualquer mulher vivia uma situação difícil. A mulher era vista como alguém totalmente dependente do seu marido ou do seu pai. Quando uma mulher casada se tornava viúva, ficava a mercê do seu filho mais velho, pois quem herdava os bens deixados era o primeiro filho homem (direito de primogenitura) e nunca a esposa, ou no caso não tivesse bens, também era o filho mais velho quem tinha o dever de arranjar uma forma de sustentar a mãe.

C.M. Quem se importaria com a causa judicial de uma viúva? Ainda mais nesta situação, um juiz arrogante, e uma viúva sem expressão nenhuma.
Como chamar a atenção de um juiz tão indiferente?
Esta mulher tinha motivos de sobra para desistir antes mesmo de tentar. Poderia considerar o caso perdido diante destes fatos.
Quantas vezes achamos que o nosso caso é perdido, que tentar é perca de tempo?
Seja o marido no álcool, ou um filho nas drogas, um casamento fracassado, um sonho distante, realização profissional.
Jesus usa a figura de uma viúva para expressar o grau de dificuldade da situação.
E nos apontar uma solução para o improvável.

Nossas atitudes fazem a diferença

Esta pobre mulher (pobre aos olhos da sociedade) teve atitudes nobre, a da persistência, insistiu, não desanimou mesmo diante a indiferença dos homens.
Este tem sido o grande desafio de muitos hoje, persistir, seguir em frente...
Muitos preferem trocar de profissão, outros fecham as portas, desistem da família, do curso profissionalizante.
Isto significa parar, desistir, abrir mão do seu sonho, projeto e etc. Porque talvez seja mais cômodo desistir do que lutar.
Os maiores milagres aconteceu na vida daqueles que se recusam a desistir, a bíblia fala em 2Sm. 23:11-12 sobre Samá.
Ele em tempo de guerra, arou a terra, semeou lentilhas e cuidava do plantio. Estava preocupado com sua família, pelo sustento deles. O povo saiu correndo, apavorado, com medo, Samá não correu, enfrentou-os, defendeu o trabalho que havia feito. Não se queixou, atuou. Parou no meio do campo e lutou.
Lutou tanto que a espada ficou grudada em sua mão, e o Senhor operou um grande livramento.
Deus tem prazer em abençoar pessoas com disposição para lutar por seus ideais, Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, amor e moderação 2Tm. 1:7
Foi isto que fez esta viúva, insistiu, lutou e não desistiu e  por causa desta insistência o juiz atendeu seu pedido.

Não fará Deus: Jesus ensina que mesmo o um homem indiferente como este de vez enquanto faz alguma coisa nobre, imagine Deus aos seus pequeninos que clamam a ele dia e noite. O Deus que por amor dos seus escolhidos, abriu o mar o mar, fez água verter da rocha, fechou a boca de leões, a lista é grande basta ler o capitulo 11 de Hebreus e veremos do que este Deus é capaz de fazer na vida daqueles que querem vencer.  
            Então não desista, lute pelo sua família, pelos seus sonhos e seus projetos.
 Embora pareça demorado: Não, Deus faz tudo dentro de um propósito, e muitas vezes o tempo é um tratamento de Deus para nossas vidas. 2Pd. 3:8
Depressa fará justiça: Sl 40:1

C. Quem sabe não é hoje, o paralítico esperou 38 anos, e de repente, Jesus diz toma teu leito e anda...

Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA