MENU

domingo, 25 de dezembro de 2011

Motivos para Celebrar o Natal



Texto: Lc. 2:8-20

Int. Há uma infinidade de artigos nos jornais, internet, revistas e etc. Argumentando que o natal é uma festa pagã, e que não devemos comemorar.
Alguns argumentos utilizados são: As saturnálias eram uma antiga festividade da religião romana dedicada ao templo de Saturno e à mítica Idade de Ouro. Era celebrada sempre no dia 17 de Dezembro. Com o passar do tempo, este festival pagão teve sua duração extendida para uma semana completa, terminando a 23 de Dezembro. As Saturnálias tinham início com grandes banquetes, sacrifícios e orgias. Os participantes tinham o hábito de saudar-se com “io Saturnalia”, acompanhado por doações de pequenos presentes . Durante estes festejos, os escravos podiam considerar-se temporariamente homens livres, e como tal podiam comportar-se. Era escolhido por sorteio um princeps – uma espécie de caricatura da classe nobre – a quem se entregava todo o poder. Na verdade a conotação religiosa da festa prevalecia sobre aquela social e de “classe”. O princeps vinha geralmente vestido com uma máscara engraçada e com roupas vermelhas (a cor dos deuses), daí a origem das vestes de “Papai Noel”.
Este princeps era a personificação de uma divindade do mundo subterrâneo, que era identificada às vezes com o deus Saturno, às vezes com Plutão, responsável pelas almas dos defuntos. Também era considerado potetor das campanhas e das colheitas.
Os romanos acreditavam que estas “divindades”, saídas das profundezas do solo, vagassem em cortejo por todo o período invernal, isto é, quando a terra repousava e não era cultivada por causa das condições climáticas. Deviam então ser aplacadas com a oferta de presentes e de festas em sua honra e, além disso, induzidas a retornar ao além, de onde favoreceriam as colheitas da estação estiva. Como não se podia cultivar naquela época, festejava-se tanto quanto podia, e a festa da brunária se dava no dia 25 de dezembro, logo após o final da saturnália.
O nascimento da divindade pagã, Mitra também era comemorado no Solstício de inverno. Já foram encontradas figuras do pequeno Mitra em Treveris e a semelhança com as representações cristãs do Menino Jesus são incontestáveis. Isso demonstra um claro sincretismo, onde o mitraismo foi fonte e o cristianismo o destino. Esta foi uma das razões que levaram tantos pesquisadores e verdadeiros cristãos a recomendarem que as igrejas não participem de festividades natalinas. No calendário romano este solstício acontecia erroneamente no dia 25, em vez de 21 ou 22. Os romanos o comemoravam na madrugada de 24 de dezembro. Também era esta a data da celebração do deus sol invictus, levado por Heliogábalo ao império romano a partir de sua cidade persa, Emesa, como já citamos. Celebrava-se, então, o “Nascimento do Sol Invicto” como alusão do alvorecer de um novo sol.

C.M. A grande verdade é que a luz da bíblia não há como saber a data do nascimento de Jesus.
Porém, este o homem mudou a história da humanidade, dividiu a história ao meio.
A história se dá antes de Cristo e depois de Cristo.
Homem este que bilhões ao redor do mundo dizem seguir seus ensinamentos, e tantos outros mesmo não o seguindo, admiram.
 Diz o texto em Lucas que o anjo anunciou as boas novas e logo uma grande cantata com um número incontáveis anjos festejando o nascimento daquele que veio para salvar o mundo.
Os pastores foram a Belém festejando este grande acontecimento.
Os reis magos da mesma forma foram festejar e presentear, aquele mudaria a história da humanidade. Mas lembre-se; a festa começou primeiro no céu com os anjos.
Diante dos fatos bíblicos e históricos, os argumentos para não comemorar o natal se tornam pequenos demais, nulos, sem importância nenhuma. Pouco importa se foi em dezembro, janeiro fevereiro... o nascimento de Jesus. Porque um grande acontecimento merece uma comemoração digna.
Final o nascimento dele marca um novo tempo para a minha vida e a sua. ISAÍAS 9 1:7 O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz.

Alguns motivos para comemorar o nascimento do Salvador

1-      Boa nova de grande alegria: O anjo esta dizendo que o fato é digo de grande alegria, porque todo o povo ganhava naquele momento um presente incomensurável. O nascimento de Jesus nos trouxe o direito de ser feliz.
Deus desejou isto para seu povo; alegria. “Pois a alegria do Senhor é a nossa força.”
O que os demais fazem do natal é problema deles, cada um dará conta de sí próprio no dia do juízo.

2-      Que será para todo o povo: Todos podem desfrutar dos benefícios do plano de Deus.
Muitos querem Deus somente para si, ele não veio apenas para um ou outro, ele veio para o mundo. Jo. 3;16

3-      Nasceu o salvador: O que pode ser maior, salvação que todo o ser humano precisa ao alcance de todos.
Nada se compara a isto, natal significa que podemos ser salvos, de graça “porque pela graça sois salvos”
Não é isto motivo de grande comemoração?
Não existe outro meio, outra porta, outra possibilidade para sermos salvos, só em Jesus.
        4-Que é cristo: Em hebraico cristo quer dizer Messias, em grego Cristo quer dizer Ungido, Jesus o messias, Jesus o ungido. Ele foi ungido por Deus pra quê? Lc. 4: 18-19     O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor.
Isto é natal! Os pobres de alma sendo restauradas, feridas no coração sendo curadas, libertação dos aprisionados pelas drogas, tristezas, destruições, etc. Cegos espiritualmente falando agora vendo com clareza as grandezas de Deus. Que motivo para comemorar o natal, você não acha?
5-      Que é cristo o Senhor:  Isto era um motivo e tanto para o povo comemorar, porque eles tinham até entoa um único senhor que era Tibério César.
Agora estava chegando um que era maior do que Cesar.
Isto significa que o domínio das coisas terrenas, carnais já eram, em Jesus veio a libertação e a chance da verdadeira adoração. Escravidão nunca mais eles nos trouxe o direito de viver livres. “Se o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”

C. Motivos para comemorar o natal (nascimento do nosso rei) não faltam, somente par os de mente pequena que não conseguem enxergar essas e outra verdades explicitas  da palavra de Deus.

Deus abençoe sua vida!

Pastor4 Luciano Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA