MENU

sexta-feira, 12 de agosto de 2011


AUTORIDADE
Tenho percebido nestes dias que o povo de Deus não tem usado a autoridade que Jesus nos deixou para, em Seu nome, libertarmos cativos, curarmos enfermos, expulsarmos demônios... Pelo menos não na intensidade que poderíamos usar esta autoridade. E muitas vezes quando a usamos,o fazemos com medo.
Jesus, enquanto viveu aqui na terra, foi um homem ousado, fazia tudo aquilo que o Pai lhe ordenara e era conhecido dentre os homens pela autoridade com que pregava, ensinava e curava. Sem dúvida, nosso maior exemplo a ser seguido e vivido! “E muitos se maravilhavam da sua doutrina, porque a sua palavra era com autoridade. [...] Todos ficaram grandemente admirados e comentavam entre si, dizendo: Que palavra é esta, pois, com autoridade e poder, ordena aos espíritos imundos, e eles saem?” Lucas 4:32 e 36.
C.M. que palavra é esta: Os espíritos se submetem, as enfermidades são curadas, o vento e o mar lhe obedecem...
São apenas algumas situações em que Jesus usou o poder e a autoridade de sua palavra.
Jesus nos deixou esta autoridade, para que em Seu nome, possamos ministrar a cura, a restauração, a libertação, a transformação, a salvação, para levarmos as boas novas do evangelho. Em Lucas 7:1-10 podemos ler mais sobre esta autoridade Nesta passagem lemos sobre um centurião que tinha um servo que estava doente, e ele pede a Jesus que cure o seu servo. Mas quando Jesus se aproxima de sua casa, o centurião envia amigos lhe dizendo que não entre em sua casa, porque ele não era digno disso, mas que enviasse uma palavra, que apenas esta palavra já curaria seu servo.
           Poderíamos tirar muitos ensinamentos desta mensagem, como a fé deste homem ou a sua humildade e submissão a Jesus. Mas gostaria de enfatizar o maravilhoso exemplo que este homem traz sobre autoridade. O centurião diz que ele é também sujeito à autoridade, e também tem soldados sob as suas ordens. Ele tem autoridade sobre estes soldados, e por isso quando ordena a estes soldados: vai, e ele vai; ou: vem, e ele vem; ou ainda: faz isto, e ele o faz. O centurião compara esta autoridade com a palavra de Jesus. Jesus também estava sujeito à autoridade do Pai e tinha autoridade sobre as enfermidades, sobre os demônios. Basta uma só palavra de Jesus e estes têm que se retirar. Os demônios estão sujeitos à autoridade de Jesus!
É esta autoridade que está sobre nós hoje. Somos sujeitos à autoridade de Jesus e pelo seu poderoso Nome podemos curar enfermos, expelir demônios e levar Sua Palavra.
A palavra é dirigida a nós, então cabe a nós apropriar-nos dela e usufruir dos benefício que ela traz a nós.
C. De uma ordem sobre este mal que esta em sua vida, mande o embora em nome de Jesus, decida viver uma vida marcada pela vitória que vem do alto.
Decida que você vai viver a vida que Deus planejou para você

Deus o abençoe!
Pastor Luciano silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

PALAVRA DE VIDA